Quem deve fazer o ENADE?

   O principal interessado no sucesso do exame deve ser o próprio estudante, pois de fato, quando a IES recebe uma boa nota, os alunos que nela estudaram são, sem dúvida, beneficiados; mas se a instituição e ou curso alcançam um conceito negativo no exame, todos aqueles formados por ela podem sofrer as consequências adversas em sua carreira.

   Ao cursarmos uma determinada Universidade/Faculdade, o nome da instituição fica indelevelmente associado ao nosso histórico profissional. Será uma marca “eterna” em seu currículo, para o bem, ou para o mal.

   Portanto, a melhor atitude que um estudante pode ter é preparar-se para o ENADE do mesmo modo como o faria para um Exame de Ordem, ou para um concurso público. Ou, pelo menos, realizá-lo com dedicação similar. Em outras palavras, deve dar o melhor de si.

   Estão habilitados a participar do ENADE todos os estudantes em final de primeiro ano (ingressantes) e aqueles que tenham cursado 80% ou mais do currículo, além dos que se formarão no primeiro semestre de 2015. Entretanto, somente os alunos que cursaram 80% ou mais de currículo e os formandos do primeiro semestre de 2015 é que farão o exame e os demais são liberados.